Confira o resultado da Eleição do Conselho Tutelar em Canindé

Eleitores reclamaram das longas filhas nos locais de votação

 

As Eleições do Conselho Tutelar de Canindé, realizadas neste domingo (6), embora consideradas tranquilas e com poucos registros de problemas e incidentes, foi bastante questionada pelos eleitores. Conforme apurou o Portal Canindé, eleitores da sede e da zona rural reclamaram das longas filhas na maioria das seções eleitorais.

As seções foram distribuídas na sede, em cinco locais de votação: Escolas – Carlos Jereissati, São Francisco, Joaquim Magalhães, Adauto Bezerra e Paulo Sarasate.
Na zona rural, em sete locais de votação: Escolas – Padre Manoel Cordeiro da Cruz (Iguaçú), Miguel Antônio (Targinos), Manoel Januário de Lima (Ipú), Dr Elpídio de Carvalho (Bonito), Francisco José (Caiçara), João Amaro (Salitre) e José Bernardo Uchôa (Vazante do Curú).

Na escola São Francisco por exemplo foram registradas 37 sessões agregadas para o funcionamento de apenas duas urnas e assim foi na maioria dos locais de votação, o número de seções foi considerado grandioso levando em conta o funcionamento de 2 ou 3 urnas nos locais de votação, motivo principal das reclamações dos eleitores. Em alguns locais de votação, as pessoas desistiram de votar, para não enfrentar as grandes filhas.

De um total de 8.050 votos validos, foram eleitos os cinco novos conselheiros tutelares para o quadriênio 2020-2023.

Eleitos:

 Fábio Sousa 1.283, votos

Angélica  Abreu  1.154, votos

Auricenia  Santiago 575, votos

Bruna  Silva 565, votos

Iran Mariano 553, votos

Dudu Colares obteve 498, votos sendo eleita a primeira suplente.

 

                                                                                      Resultado geral: