Por reajuste de salários, servidores realizam manifestação em frente à prefeitura de Canindé

Os Servidores públicos municipais de Canindé realizaram, durante esta terça-feira (7), uma paralisação visando sensibilizar a gestão da Prefeita Rozário Ximenes a conceder reajuste salarial para profissionais da Secretaria de Educação que ganham diferente do piso salarial e servidores que ganham diferente do salário mínimo para a Saúde e outras secretarias.

A presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Canindé-SINDSEC, Regina Lemos, informou que o Governo Municipal já esteve discutindo cinco vezes com o sindicato a pauta da campanha salarial 2019, mas não apresentou nenhuma proposta ou contraproposta em relação a esses profissionais. Regina enfatizou que a luta dos servidores é também por melhores condições de trabalho.

Os servidores também denunciaram que a Guarda Municipal utilizou da força e em meio à confusão algumas servidoras foram emburradas. Apesar do clima ter ficado muito tenso, ninguém ficou ferido. Na página do Sindsec no Facebook, foram postados vários vídeos da mobilização. Em um dos vídeos o secretário de Segurança Pública do Município, Cel. Luciano Wagner, e homens da Guarda aparecem retirando cartazes e faixas da entrada da prefeitura no início da manifestação.

https://www.facebook.com/sindseccanindeoficial/videos/354555871859837/?t=4

Os manifestantes queriam que uma comissão fosse recebida pela prefeita Rozário para haver uma nova tentativa de convencer o Governo Municipal em conceder o reajuste, mas não houve resposta do município. A secretária de Educação, professora Arleíse Martins, esteve conversando com os servidores na mobilização em frente à prefeitura, mas ainda não tinha o aval necessário para apresentar uma proposta para os servidores da pasta.

Veja aqui matéria do Sindsec sobre a manifestação:

Outro lado:

Na sua Página Oficial no Facebook, a prefeita Rozário Ximenes se manifestou sobre a paralisação e fez críticas ao sindicato dos servidores.

“É impressionante o uso político do Sindicado dos Servidores. E o reajuste que já obtiveram esse ano?

A verdade é que o Sindicato finge não conhecer a realidade das finanças municipais, e propaga uma guerra como se o município tivesse condições de dar reajustes além da sua capacidade. A direção do Sindicato usa os servidores como massa de manobra, mesmo sabendo que a gestão municipal já honrou todos os reajustes, e visando a eleição do próximo ano.

Podem esperar, os mesmos que lideram hoje esse movimento esvaziado, que nem 1% dos servidores aderiram, são os mesmos que já tiveram no passado recente a frente do município e sucatearam a educação municipal. E serão os mesmos que estarão nas ruas no próximo ano de eleição se candidatando e pregando a salvação da pátria.

Fica a reflexão: Vale dar reajuste não tendo condição de pagar e atrasar o salário dos diversos pais e mães de famílias canindeenses?” , Escreveu a Rozário.

VEJA FOTOS DA MANIFESTAÇÃO: