PRF e PF apreendem 60 kg de cocaína em Caridade

A Polícia Rodoviária Federal, em ação conjunta com a Polícia Federal, apreendeu por volta das 6h50 de hoje, 28, 64,9 kg de substância análoga à cocaína. A ação aconteceu durante abordagem a um veículo  AMAROK, com três ocupantes, no km 350 da BR-020, em Caridade/CE. A droga estava em um fundo falso na carroceria do veículo.

No momento da fiscalização, os policiais constataram que o condutor era inabilitado e iniciaram uma fiscalização minuciosa no interior do veículo. Com a documentação apresentada, e após buscas nos sistemas de segurança pública, descobriu-se que o homem tinha relação com uma série de fraudes ocorridas no Estado do Pará. De acordo com o Diário Oficial daquele estado, publicado no dia 26 de março de 2018, a fraude foi identificada, sendo a CNH, em questão cancelada.

Diante deste fato, a equipe também passou a proceder fiscalização minuciosa em relação aos demais ocupantes do veículo: uma mulher, e um homem de nacionalidade estrangeira que informou já ter sido preso pela Polícia Federal na cidade de Manaus/AM no ano de 2008 por Tráfico de Drogas.

Imediatamente, a equipe passou a realizar buscas por entorpecentes no veículo, identificando um fundo falso na carroceria e encontrando 59 (cinquenta e nove) tabletes de substância branca análoga à cocaína, pesando cerca de 64,9 kg do entorpecente.
A droga foi importada de um país vizinho ao Brasil, sendo pago o valor, na origem, de $ 1.600,00 (hum e seiscentos dólares) cada tablete, portanto, a carga de entorpecente estaria avaliada em aproximadamente $ 95.000,00 (noventa e cinco mil dólares);

O homem estrangeiro declarou que receberia a quantia de R$ 10.000,00 (dez mil reais) pelo transporte da droga, que poderia chegar ao valor aproximado de R$ 7.200.000,00 (sete milhões e duzentos mil reais) caso chegasse a ser comercializada no Brasil. Já os demais ocupantes da AMAROK, o condutor e uma passageira, declaram que desconheciam a existência do entorpecente e que estavam apenas negociando a compra do veículo envolvido.

Os presos foram encaminhados à sede da Superintendência Regional da Polícia Federal no Ceará, onde permanecerão à disposição da Justiça e responderão por tráfico de drogas, associação para o tráfico e uso de documento falso.

Núcleo de Comunicação Social da PRF no Ceará

Veja imagens da apreensão da droga:

Foto e vídeo: PRF