Diretório do PT de Canindé expulsa vereadores por infidelidade partidária

Reunidos neste sábado, 05 de janeiro, o Diretório Municipal do Partido dos Trabalhadores em Canindé decidiu expulsar Sloan Bezerra e Valdemar Filho, ambos vereadores do município.

O PT instaurou os processos, após denúncia de um filiado do partido solicitar abertura de procedimento por descumprimento das resoluções eleitorais e do estatuto do partido.

Segundo a decisão, a motivação é infidelidade partidária praticada pelos dois filiados durante as eleições de 2018.

A Comissão de Ética formada por 20 membros, decidiu por unanimidade expulsar de imediato o vereador Sloan Bezerra, alegando que o mesmo declarou voto em candidatos que não faziam coligação com o PT. Entre eles ao cargo de presidente da república, quando o PT tinha candidato próprio.

Valdemar Anastácio também foi expulso do partido por infidelidade partidária com 19 votos a 01. O PT sustenta que o filiado declarou voto a candidatos que não fizeram parte da coligação nas eleições de outubro do ano passado. Além disso, os vereadores não realizaram a defesa do partido e seus candidatos como definido na resolução do PT Ceará.

Segundo o vereador e presidente do PT de Canindé, Ilomar Vasconcelos, estiveram presentes membros nacionais e estaduais do partido, bem como os dois ex-filiados para que apresentassem mais uma vez sua defesa.

Ilomar disse que a partir de hoje eles estão desligados do PT e vão receber a ficha de desfiliação e ata com o resultado da votação. O presidente municipal informou ainda que os expulsos saem com mandatos, mas cabe aos suplentes requererem os cargos, já que o mandato é do partido e não do vereador.

A decisão cabe recurso no Diretório Estadual do Partido.

Foto: Divulgação da Câmara de Vereadores