Nova maioria na Câmara é desafio para prefeita Rozário

O vice-presidente eleito, vereador Ilomar Vasconcelos (PT), fez um pronunciamento mais inflamado após a eleição da Câmara, e disse que o poder legislativo é independente, e por isso foi construída uma nova maioria.

“A senhora e os demais secretários têm muito o que fazer neste município, invés de vir aqui nesta amanhã, querer intimidar os vereadores”, falou Ilomar.

Os vereadores Chico Justa, Panta, Nascimento, Assis Vieira e Karlinda negaram que exista uma articulação para afastar a prefeita do cargo. Os parlamentares disseram que a prefeita precisa deixar de ouvir seus correligionários, pois são boatos e não existe situação para afastamento da gestora.

O vereador Sérgio Barbosa rebateu as acusações feitas pelo vereador Ilomar, e disse que a prefeita nunca compôs base, e que é composta pelo trabalho que ela faz. “Eu queria aqui lamentar, o poder executivo ser destratado por um dos colegas, que no mínimo faltou cavalheirismo. Essa falta de respeito, eu acho que não pode se fazer. Um homem que não tem a capacidade de respeitar uma mulher trabalhadora, como a prefeita atual, eu não tenho nem adjetivo”, disse o vereador.

Ilomar Vasconcelos, antes de ser vereador, foi presidente do Consórcio Público de Saúde no governo Celso Crisóstomo, e é o atual presidente do diretório municipal do PT de Canindé.

A prefeita Rozário disse que não trouxe ninguém convidado por ela, e que é a democracia, participar da eleição da Câmara. Rozário disse que os acordos devem ser cumpridos ou serão descobertos mais na frente. “Digo a você vereador Panta: cumpra com seus acordos, porque um dia a casa cai, e depois que a casa cair, a pessoa não se levanta mais, isso é um conselho que te dou”, disse a prefeita.