Morre ativista das causas em defesa da inclusão de deficientes

Morreu, no início da madrugada desta terça-feira (4), no Hospital Regional São Francisco de Canindé, a fundadora da Associação das Pessoas que Lutam pela Inclusão dos Deficientes (Aplide), Raimunda Pereira Moura (Dona Raimundinha). Dona Raimundinha era cadeirante e vivia a alguns anos compadecendo de um problema sério de saúde, mesmo assim continuava lutando pelas causas sociais principalmente em defesa das pessoas que tem algum tipo de deficiência. De acordo com informações da família, na última sexta-feira, 30 de novembro, o estado de saúde dela se agravou, sendo necessário ser conduzida ao hospital, onde ficou internada. A equipe médica atestou falência múltipla dos órgãos.

O velório acontece em sua residência, na rua Arleardo Juca, 1883, bairro Santa Luzia. O sepultamento está previsto para acontecer as 16h, no Cemitério São Miguel.

Foto: CDL