Servidores sem salários acatam decisão judicial e retornam atividades normais

Em assembleia realizada na manhã desta quarta-feira (28), os servidores da Secretaria Municipal de Educação de Canindé que ainda não receberam salários referentes ao mês de outubro decidiram acatar a determinação judicial da Seção de Direito Público do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), que concedeu na última quinta-feira (22) liminar que determina a suspensão da greve dos servidores e o retorno imediato às atividades.

A informação foi confirmada pelo Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Canindé – Sindsec. A decisão de suspensão da greve atende pedido de Liminar da Prefeitura de Canindé.

A partir da assembleia, os servidores retornaram às atividades normais.

“Os trabalhadores (a) voltam com tristeza pelo fato de que ainda não receberam os salários”, disse a presidente do Sindsec, Regina Lemos.

Já a Diretora Financeira do Sindicato, Ana Célia Viana Coelho, disse que a expectativa é que o governo pague os servidores o quanto antes, pois somente nesta quarta-feira (28), a prefeitura recebeu de ICMS, R$ 803.020,05 (oitocentos e três mil e vinte reais e cinco centavos), publicou o sindicato na página oficial em mídia social.

A gestão municipal informou que determinou o pagamento dos servidores das creches da sede, faltando ainda a zona rural, suporte pedagógico e os cedidos, que tem previsão de receber seus vencimentos no próximo dia 30.