Prefeitura deve continuar pagando salários fracionados em novembro

A Prefeitura Municipal de Canindé deve continuar pagando os servidores de maneira fracionada neste mês de novembro. De acordo com o calendário de pagamento apresentado pela gestão municipal, através do Secretário de Administração e Finanças, Fábio Soares, a prefeitura inicia nesta quinta-feira (8), o pagamento dos servidores referentes ao mês de outubro. Segundo o secretário Fábio, devem receber nesta quinta-feira (8) os servidores inativos do IPMC; no dia 9, a previsão de pagamento é dos servidores das secretarias do Fundo Geral e parte da Educação; dia 12, a previsão de pagamento é para os servidores da Secretaria de Saúde e, no dia 14, a previsão é que o governo continue pagando a Educação.

Em entrevista para a imprensa, a presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Canindé -Sindsec, Regina Lemos, lamentou que devido à falta de recursos ainda existem servidores sem receber salários referentes ao mês de setembro. Ainda faltam receber os salários os servidores da Secretaria da Educação cedidos do setor 115. Na informação da prefeitura não consta se esses servidores terão os salários de setembro atualizados no início de novembro.

De acordo com a presidente Regina, caso a gestora não pague até o 5º dia últil em novembro, os servidores irão paralisar as atividades e pedir o bloqueio das contas da prefeitura por via judicial, mas como o governo deve iniciar o pagamento nesta quinta-feira (8), é provável que os servidores devam rediscutir a situação em nova assembleia.

A Prefeita Rozario Ximenes adiou uma audiência que estava agenda para acontecer na última terça-feira (6) com a diretoria do Sindsec, para tratar sobre o atraso no pagamento dos empréstimos consignados e os recursos dos 40% do Fundef, os quais ainda permanecem bloqueados pelo Tribunal de Contas do Estado Ceará (TCE).

Segundo o sindicato, ao adiar a audiência, a gestora municipal alegou que o TCE não colocou em pauta os recursos dos 40% do Fundef, conforme estava previsto para acontecer na segunda-feira (5).

Ao comunicar o cancelamento da audiência, o Governo Municipal solicitou o apoio do Sindsec para acompanhar a audiência que tratará sobre o Fundef no TCE, no próximo dia 13.